Box 4 LPS Chico Buarque de Hollanda Os Primeiros Anos 1966 a 1968
Box 4 LPS Chico Buarque de Hollanda Os Primeiros Anos 1966 a 1968
Box 4 LPS Chico Buarque de Hollanda Os Primeiros Anos 1966 a 1968

Box 4 LPS Chico Buarque de Hollanda Os Primeiros Anos 1966 a 1968

Preço normal R$ 549,00 Promoção

Box Chico Buarque de Hollanda Os Primeiros Anos 1966 a 1968  

Conteúdo Box 4 LPs Simples - 33 1/3 rpm 180 gramas, preto

Reunir todos os grandes sucessos de Chico Buarque numa só caixa é quase impossível. Mas o começo dessa trajetória é contado pelo som do vinil nesses quatro álbuns.

“Chico Buarque de Hollanda” (1966)
O primeiro deles, lançado em 1966, abre com um grande sucesso de sua carreira: a alegre e ingênua “A Banda”, ganhadora do “Festival de Música Brasileira” desse mesmo ano. O casamento exato entre melodia e letra, que aparece em toda a obra de Chico, está presente nas 12 faixas desse disco, todas de sua autoria.

“Chico Buarque de Hollanda - Volume 2” (1967)
Após lançar o disco da trilha sonora da peça “Morte e Vida Severina”, baseada no livro de João Cabral de Melo Neto, ele apresentou em 1967 seu segundo disco autoral, “Chico Buarque de Hollanda – Vol.2”. Todas as músicas são de autoria de Chico, sendo que “Lua Cheia” ganhou melodia composta por Toquinho.

“Chico Buarque de Hollanda - Volume 3” (1968)
Em 1968, chega ás lojas o volume 3. Nesse álbum, Chico contou com mais parceiros nas 12 faixas, todas assinadas por ele. Com Tom Jobim, ele escreveu “Retrato em Preto e Branco”, e com João Cabral de Melo Neto, “Funeral de um Lavrador”. Cantando com ele, estão o grupo M.P.B.4, em “Roda Viva”, Toquinho, em “Desencontro”, e sua irmã Cristina, em “Sem Fantasia”. Na última faixa, “Tema para Morte e Vida Severina”, estão a Orquestra e o Coro da RGE.

“Chico Buarque de Hollanda na Itália” (1969)
O último disco que compõe essa caixa especial, é “Chico Buarque de Hollanda na Itália”, de 1969. Nele estão 12 faixas em suas versões em italiano, feitas em sua grande maioria por Bardotti. Entre elas estão “La Banda (A Banda)”, “Rita (A Rita)” e “Carolina (Carolina)”.